Presente hoje em dia  em todas as culinária do planeta, o azeite é um ingrediente indispensável à mesa. Usado para temperar, assar, conservar e tantas outras utilidades a que se possa imaginar, este suco azeitado é extraído da azeitona, assim como o suco de laranja é extraído da laranja, sem passar por nenhuma manipulação quimica.

Foto internet

Existem registros de mais de cinco mil anos na utilização do azeite, desde a Mesopotâmia até chegar a Grécia e todo o Mediterrâneo.

Foto internet

Para Entender um pouco mais sobre esse ingrediente tão importante na culinária mundial, estivemos com um antigo parceiro do Locais e Sabores, Chef Jaime Alves, em seu Restaurante localizado no Sítio Histórico de Olinda .

Nascido em Portugal, numa propriedade onde se cultivava vinhos e azeites, ele tem grande paixão por esses dois ingredientes. Jaime comenta que uma das primeiras coisas que precisamos ver num rotulo é a acidez do azeite e que quanto menor melhor. Os melhores azeites tem acidez abaixo de 0.5% e são considerados extra virgens quando não tem a adição de nenhuma mistura.

Foto internet

Recentemente o Azeite engarrafado no Brasil foi analisado pelo Inmetro e não teve a maioria de seus produtos aprovados nos testes. Para ter a certeza de que você está comprando um produto 100% puro, Jaime Alves da uma dica importante para que você certifique a procedência do produto, na leitura do código de barra, para o azeite português o código começa com 60, na Espanha inicia por 41, na Grécia começa por 20, no Brasil começa por 89.

Foto internet

Veja esta entrevista na integra aqui mesmo na nossa TV Locais e Sabores ou no link  https://youtu.be/HI2YiqVV5G

Posts Relacionados